8.5.15

Rais parta as maquinetas

Hoje o meu dia foi daqueles longos e cansativos. Com consultas pelo meio e esperas intermináveis. No entanto, as 16h da tarde já estava despachada para ir para casa. Por isso, lá fui eu toda rota apanhar o comboio. O que acontece é que na estação onde apanho o dito cujo tem que se descer altas escadarias e para ir para o exterior subir as mesmas o que para uma grávida de 35 semanas não é nada fácil mesmo que os velhos casmurros usem o ditado «a descer todos os santos ajudam.» Como à uns tempos as máquinas para carregar o Andante estavam avariadas pensei que já tivessem reparado aquela porcaria visto que a estação em si é mesmo muito movimentada. Qual reparação qual quê. Desço as escadas, vou toda contente para carregar o andante e o raio da máquina continua avariada. Vou ver se a outra está a funcionar e está avariada. Tento com o cartão do multibanco e não dá porque resolveram em tom de brincadeira colocar um papel na ranhura onde inserimos a m*rda do cartão... E, eu, sem moedas! Ou seja... Entrava no comboio sem bilhete sujeita a levar com uma multa em cima ou subia no-va-mente aquelas escadas imensas, ia ao multibanco que é nos quintos dos infernos levantar 10€ para pagar uma viagem de 1,45€... Juro que ainda pensei em entrar na m*rda do comboio e sentar-me like a boss porque estou grávida, acordei as 08:00 da manhã, tive uma aula de preparação para o parto prática, consulta no hospital... Ainda por cima com um calor dos diabos! 

Mas, não. Eu voltei a subir a m*rda das escadas. Fui ao multibanco. Voltei à estação e ao invés de apanhar o comboio das 16h, apanhei o 17h...

Haja paciência.

2 comentários:

  1. Fiquei cansada só de ler isto... e não estou grávida ahah :b mereces um dia de descanso por isso tudo!

    ResponderEliminar